‘Turismo em Ação’ na Fercal credencia artesãos – Agência Brasília


Secretaria de Turismo já emitiu 1.472 unidades da Carteira Nacional de Artesão

O programa itinerante Turismo em Ação, da Secretaria de Turismo (Setur), chega à Fercal, nesta sexta-feira (23), para uma série de atividades visando estruturar a cidade como um destino turístico do Distrito Federal. Equipes da secretaria estarão na administração regional da cidade a partir das 9h.

Para dar início às ações, a titular da Setur, Vanessa Mendonça, e o administrador da Fercal, Fernando Gustavo Lima da Silva, vão entregar a Carteira Nacional de Artesão (CNA) a vários cadastrados, além de inaugurar uma unidade do Centro de Atendimento ao Turista (CAT) naquela região administrativa.

“O CAT é a porta de entrada para receber o turista e dar informações sobre os pontos turísticos da cidade”, resume a secretária de Turismo. “Profissionais capacitados ajudam a traçar um roteiro para o turista, envolvendo os locais ecológicos, esportivos e religiosos mais interessantes para visitação, incluindo produtos, serviços e artesanato.”

A CNA, lembra a secretária, habilita o artesão para trabalhar legalmente em todo o Brasil, bem como a participar de eventos locais, nacionais e internacionais. “A Setur emitiu 1.472 novas CNAs e renovou 732 carteiras, entre 2019 e 2020”, informa. Neste ano, já foram emitidas 271 e renovadas 128 CNAs”. Segundo Vanessa Mendonça, os valores comercializados pelo setor do artesanato no DF desde o início da gestão do governador Ibaneis Rocha somam R$ 1,55 milhão.

Visitas técnicas

R$ 521 milhões Recursos da linha de crédito do Fungetur, operada pelo BRB, para o turismo no DF

Esta é a nona edição do programa, que já passou por Lago Sul, Guará, Sobradinho, Planaltina, Ceilândia, Riacho Fundo II, Gama e Brazlândia.  Também participam da ação na Fercal o deputado Robério Negreiros e os empresários do segmento Gustavo Viegas (Fazenda Confiança) e Alberto Bardawil (Fazenda Califórnia).

Dentro da programação, haverá visitas técnicas ao Pesque-Pague do Joel, às fazendas Confiança e Califórnia e à Igreja Frutos da Videira. A reunião com os empresários faz parte das ações da Setur para impulsionar a retomada das atividades turísticas no DF, uma vez que o setor foi um dos mais afetados economicamente pela pandemia.

Durante o encontro, técnicos da secretaria também vão falar sobre o Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos do Ministério do Turismo (Cadastur) e o Fundo Geral do Turismo (Fungetur) – linha de crédito que o Ministério do Turismo disponibilizou para o DF, por meio do Banco de Brasília (BRB). São R$ 521 milhões disponíveis para micro e pequenas empresas que atuam no turismo. Esses recursos visam dar fôlego ao setor e a manutenção dos empregos.

*Com informações da Secretaria de Turismo



Source link

Deixe sua resposta:

Escreva seu comentário
Seu nome